Imagem

Imagem
(Crédito da foto: www.santoscity.com.br)

segunda-feira, 8 de abril de 2013

"Blogando", "blogando", "blogando"...

Por: Débora Rossini

Ooooopa!!!! Olha eu cá de volta,pilotando o teclado aqui no "Sopa"!!!

Primeiramente, gostaria de pedir desculpas àqueles leitores assíduos do "Sopa" que enfrentaram um "jejum de postagens" (risos) nos últimos tempos!!! É que, conforme já contei aqui neste blog, também sou autora de uma fanpage no Facebook, que se chama "Driblando e Vencendo a Síndrome de Irlen" . E ela, modéstia à parte, está "bombando"!!! :-)  Acesse a referida página você também... as chances de você gostar e querer "curti-la" são altas, rerrerré!!!

Em cerca de três meses, a referida página está com quase 90 "curtidas" - um número que considero expressivo, se levarmos em conta que Síndrome de Irlen (um distúrbio oftalmológico) é pouco conhecida!!! Quase todos os dias, faço uma postagem nova por lá - afinal, esse assunto PRECISA URGENTEMENTE de ser mais conhecido e divulgado, a fim de atender melhor aos pacientes desse distúrbio (e seus pais, no caso de crianças), bem como de facilitar a professores e profissionais de saúde a lidar melhor com quem tem o referido problema de visão!!!

E não é que a fanpage está fazendo sucesso?? :-) Quase todo os dias, aparece uma nova "curtida", uma mensagem no mural (de visualização pública), uma mensagem "inbox" para minha leitura particular, mães de pacientes pedindo dicas, pacientes já adultos comentando sobre o conteúdo, e... um tantão de visualizações a cada postagem!!! Conforme já postei na referida página, fico muito - mas muito, mesmo!!!- feliz em poder ajudar as pessoas, a melhorar a qualidade de vida delas através de dicas, orientações, informações!!! Esse sucesso mostra que o trabalho está dando retorno!!!

Conforme já disse aqui no "Sopa" e lá na minha fanpage, eu não sou profissional da área de Saúde ou de Educação. Sou apenas uma estudante universitária que, há vários anos, se envolve em atividades e iniciativas que deem aquela "forcinha" a pessoas com necessidades especiais... Tanto online  (aqui no blog e lá na fanpage)  quanto offline (em atividades presenciais desenvolvidas na universidade em que estudo), rerrerré!!!!  Logo, mesmo sendo uma estudante que não é de nenhuma das duas áreas mencionadas, tento fazer minha parte para dar um "turbo" nas questões relativas à Inclusão e Acessibilidade... (Para quem não sabe, eu cursava Matemática na universidade, mas transferi minha matrícula para Ciência da Computação... sonho antigo, rerrerré!!!) E procuro estar sempre "ligada" no que se refere às Tecnologias Assistivas - especialmente aquelas de auxílio a pessoas com deficiência visual.

Minha fanpage, "Driblando e Vencendo a Síndrome de Irlen", na verdade está funcionando como um verdadeiro "laboratório" - visto que, ao contrário de outras condições limitantes (cegueira, baixa visão, surdez, etc), eu não conheço pessoalmente pessoas com esse distúrbio de visão (no qual a visão da pessoa é aparentemente normal, mas ocorrem distorções que afetam bastante o desempenho escolar/acadêmico, profissional e social de quem apresenta esse problema.) Assim sendo,eu já escrevi muita coisa sobre cegueira e visão subnormal aqui no blog, baseando-me não só em pesquisas na internet, mas também em vivências, adquiridas com a convivência com pessoas com deficiência visual. Mas e sobre Síndrome de Irlen...? Eu não conhecia ninguém assim, pra trocar ideias...! Tá certo que muita coisa pesquisei na internet (sobretudo em sites americanos), mas... eu sentia falta de "ouvir a voz da galera" - e esse foi exatamente um dos motivos que me motivou a criar a referida página!

Aí, através da fanpage e da consequente interação com os leitores desta, pude perceber que existem, sim, diversas pessoas com esse problema no Brasil, e que têm muuuito o que dizer (seja em forma de perguntas, seja em forma de compartilhamento de experiências)... Ou seja, elas EXISTEM, mas estão, digamos, "espalhadas" por aí - o que dá aquela sensação de que os portadores deste distúrbio estão "sozinhos". (Essa sensação é "turbinada" pelo fato de a Síndrome de Irlen ser pouco conhecida...!)  Assim sendo, com a criação e a divulgação da referida fanpage, notei que as pessoas com esse distúrbio sentem uma certa alegria em , finalmente, acharem um ponto de encontro (ou o "point da galera", como dizem os jovens, rerrerré!!!) a fim de se "agruparem" e trocarem experiências ... e não se sentirem sozinhos na hora de enfrentar as adversidades diárias proporcionadas pela Síndrome de Irlen - e pelo desconhecimento desta pela maioria das pessoas!!!

Noto também, pelos relatos no mural da referida página, que várias pessoas, já diagnosticadas, usam em sua maioria as "overlays" (lâminas especiais para leitura, feitas para quem tem Síndrome de Irlen); e poucas usam os óculos com filtros espectrais para corrigir ou atenuar o problema (que são mais difíceis de serem adquiridos, devido ao alto custo e a demora em ficarem prontos). Assim sendo, muitas pessoas em fase escolar possuem correção incompleta do distúrbio, já que, nem sempre, as "overlays" sozinhas "dão conta do recado", dependendo da intensidade com que os sintomas da Síndrome de Irlen se manifestam...!

Logo, minha vida de blogueira anda bastante agitada (risos)!!! E tenho percebido que minha tarefa de "pilotar o teclado" do computador tem sido bastante gratificante!!! :-) 

E você? Identificou-se com o conteúdo exposto acima? Manifeste-se na seção de comentários, rerrerré!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário