Imagem

Imagem
(Crédito da foto: www.santoscity.com.br)

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Matemática e Corpo Humano: uma coisa tem a ver com outra? Ou não...?

 Ooooopa! Olha nós de volta aqui, postando mais textos! Aposto que você, leitor, ao ver esse título acima, deve ter pensado: “O que é isso: matema´tica e corpo humano!? Será que esses estudantes de Matemática que estão escrevendo nesse blog ficaram 'malucos'” ? Oras, afinal, muita gente tem a seguinte ideia: matemática está relacionada com o trabalho mental, intelectual, o que resulta no sedentarismo físico; ao passo que a atividade física, o movimento, se opõe à atividade de ficar fisicamente quieto, só resolvendo problemas de matemática. Certo? Mmmmm, nem tanto assim... bom, vamos ao que interessa! ;-)  Apesar de esta postagem não ser especificamente sobre Educação Inclusiva, ela é relacionada à Educação Matemática em geral - cuja temática pode (e deve!), ser abordada e adaptada em uma aula que envolva estudantes portadores de necessidades especiais e não-portadores de tais necessidades.


Estudante sem deficiência visual...

... e estudante com necessidade educacional especial devido à falta de visão: que tal uma aula bem interessante e acessível a todos?
(Crédito das figuras: [1] e [2] )

Bom, vamos ao que interessa! :-)
Para começar: alguns dos assuntos que são abordados em Matemática são: simetria; medidas; posições espaciais. E no corpo humano também: vemos a questão de simetria/assimetria de traços, de membros; medidas de peso, altura; medidas de tempo (sono, por exemplo), respiração, batimentos cardíacos, taxas de metabolismo, velocidade de processamento cognitivo e cerebral, etc.

Crédito: [1]



    













Dois exemplos de simetria do corpo humano. Crédito: [2]
 E a relação entre a Matemática e a atividade física????

Bom, você já deve ter ouvido falar dos inúmeros benefícios que a prática de atividades físicas proporciona- tanto do ponto de vista psicológico quanto biológico. Entre os benefícios psicológicos, você já deve ter ouvido falar da questão do desenvolvimento do senso de disciplina, e do desenvolvimento de habilidades pessoais que é desenvolvido! Por exemplo, na prática esportiva, em que nas diversas modalidades é necessário o obedecimento de regras e o raciocínio lógico para que, dentro dessas regras, sejam traçadas estratégias para se “derrubar” o adversário; na prática de exercícios aeróbicos, como corrida competitiva, a pessoa tem de traçar estratégias, monitorando o ritmo da respiração e do fôlego, para ter o rendimento desejado durante a prova; no ato de frequentar uma academia para finalidade de perda de peso, a pessoa vai monitorando seus resultados de ganho de condicionamento físico, de perda de peso e de traçada de estratégias de disciplina para que os indesejados quilinhos não voltem – bem como a persistência de não desistir, caso o metabolismo seja mais lento do que a pessoa gostaria e demore para queimar aquelas gordurinhas chatas que impedem a pessoa de entrar naquela roupa de que tanto gostaria! Rsrsrsrsrs!!! :-)

E quem diz que a aprendizagem de Matemática não envolve mecanismos similares?
Para aprender essa fantástica matéria e desvendar seus mistérios, o estudante necessita ter disciplina, traçar estratégias de estudo, dedicar um número determinado de horas àqueles tópicos que têm mais dificuldade, entender onde e por que está errando determinado tipo de exercício... Além disso, olhe aí a similaridade do “jogo” da Matemática com um jogo desportivo: em ambos os “jogos”, há regras – e, respeitando-as, a pessoa deve traçar estratégias para alcançar objetivos (no primeiro, achar a solução para um problema; no segundo, derrotar o adversário e vencer o jogo.  E o mais importante: caso não esteja alcançando os resultados desejados para o sucesso, nunca desistir até vencer!!! ;-)

Crédito da figura:clique aqui

 

















Crédito: [3]
























Outra coisa interessante que não podemos deixar de mencionar: a prática de atividades físicas, do ponto de vista biológico, ajuda-nos a ficar mais alertas e dispostos, por causa da descarga de hormônios que ocorre em nosso corpo, durante a prática de atividade física. E isto aumenta o funcionamento do nosso metabolismo, que – além de queimar as gordurinhas- aumenta nossa atividade cerebral, facilitando o nosso aprendizado de disciplinas escolares – entre elas, a Matemática, que exigem tanta concentração e dedicação!

Existem profissionais ligados à área de Educação em Matemática que exploram a inter-relaçaõ entre essas duas áreas, e que tiveram a criativa ideia de ensinar essa matéria de uma forma lúdica, elaborando jogos educacionais em Matemática que, na verdade, são atividades físicas que desenvolvem diversas habilidades cognitivas e espaciais. São brincadeiras ao ar livre na qual as crianças têm de contar sequencias de tarefas – pulos, movimentos dos membros, vezes em que uma bola bate ou rebate... legal, não? ;-) Há também joguinhos nos quais a criançada aprende a tabuada através de brincadeiras ao ar livre, brincando de roda!
(Ei, bem que podiam criar versões desses jogos para adultos universitários, não? Imagina que interessante nós, marmanjos, aprendendo Geometria Analítica, Cálculo ou Matemática Discreta lá no Ginásio Poliesportivo, mmmm?) Nós, futuros matemáticos licenciados, podemos pensar nisso, que tal? Fica aí a dica... ;-) Hehehehe!!!!
 
Crédito da foto: [4]
 

Crédito da foto:[5]


Além disso, trabalhos interdisciplinares envolvendo Matemática e Biologia, com o apoio e dedicação dos professores das respectivas áreas, podem ter resultados bastante animadores. Por exemplo, pode-se trabalhar a quantificação de litros de sangue, de células em nosso corpo, de taxas metabólicas, de cálculos de índice de massa corporal (IMC) de uma pessoa...
Pode-se também usar-se de analogias para desenvolver raciocínio lógico e matemático. Exemplo: para ensinar tópicos da Teoria de Conjuntos, poderiam ser elaboradas reflexões do tipo:
Organelas estão contidas em células, que estão contidas em tecidos, que estão contidas em órgãos, que estão contidos num organismo”. (E, assim, explicar sobre relações de “estar contido em” e de “pertinência” em conjuntos, bem como as partes mencionadas, que pertencem ao corpo humano).



Crédito: [6]



Crédito: [7]

  
Ou ainda, sobre operações entre conjuntos (interseção, união) e conceitos como o princípio da inclusão/exclusão ao se resolverem problemas de matemática envolvendo conjuntos:
Numa sala de aula tem 40 alunos. Destes alunos, 10 são canhotos e 32 são destros. Sendo assim: Quantos ambidestros (canhotos e destros ao mesmo tempo) tem na sala(*)?”

Crédito: [8]


Crédito: [9]


Crédito: [10]

A resolução do problema consiste em fazer um diagrama no qual se registra o número de canhotos e de destros a partir do total, encontrando a interseçaõ (ambidestros). Podem-se também fazer variações deste tipo de problema ao elaborá-lo, colocando, por exemplo, o nº de canhotos e de ambidestros e, a partir do total, achar o de destros; ou, então, a partir do número de canhotos, destros e ambidestros, achar o número total de estudantes na sala. O tema despertará, certamente, curiosidade – e, de quebra, poderá originar uma aula de Biologia explicativa sobre dominância manual do ponto de vista biológico/neurológico, como o cérebro das pessoas canhotas/destras/ambidestras é organizado em termos de configurações e funções, bem como as possíveis causas da prevalência da lateralidade direita na população humana!


Crédito: [9]

    (*)Resposta do problema= 2 ambidestros.


Quer ler mais sobre este tema?

Como você pode ver, ele é bem amplo e pode ser trabalhado sobre diversos enfoques!


17 comentários:

  1. criativo e super interessante.otima apresentação

    ResponderExcluir
  2. Pessoal, primeiramente parabéns pelo título do blog e pela descrição do mesmo, foram muito criativos! O modo como deram enfoque ao assunto ficou muito bom de se ler.

    Até Mais!

    http://publicimatica.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. (201020935)Ficou muito legal o blog,principalmente a parte que demonstra como os deficientes visuais aprende a Matematica!!!

    ResponderExcluir
  4. Olá pessoal do Blog. Adorei a relação matemática e atividades físicas, nunca tinha pensado na utilização da matemática por esso ponto. Realmente essa disciplina é fascinante e envolve tudo.

    ResponderExcluir
  5. Olá pessoal. A utilização da matemática já era de se surpreender pois está em todos os campos.. mas esse artigo demonstra claramente que ela está relacionada principalmente com a evolução humana e na resolução de problemas. O blog acerca, de uma forma muito interessante, o ensino dessa ciência para pessoas com deficiencia.
    Parabéns e que continuem dessa forma.

    ResponderExcluir
  6. E ai pessoal! Parabens pelo blog! Muito interessante a materia exposta. Com certeza é um assunto que acrescenta e muito no nosso dia-a-dia, inclusão é sempre pauta de ótimas discussões

    ResponderExcluir
  7. Olha estão todos de parabéns, o tema acima relacionado é bem interessante e criativo. Inova e gera o conceito inclusivo, expõe assuntos de relevancia.

    ResponderExcluir
  8. Gente! Interessantíssimo o assunto abordado no blog de vocês!
    Parabéns! Inclusão deve ser tema de discussões sim, e aqui ela está sendo e muito bem discutida.

    ResponderExcluir
  9. Com toda certeza matemática é essencial em nossas vidas, até mesmo os que dizem 'detestar' ou possuem dificuldade com tal sabem ou pelo menos imaginam tamando de tal importancia. Vivemos em um mundo em que cada vez mais as pessoas devem se concientizar e ajudar o próximo, para assim crescermos e melhorarmso. Excluir pessoas ou privarem de conhecimento ja seria um erro, de matemática então...
    Parabéns pela exposição dos artigos, o conteúdo e principalmente pelos assuntos abordados !

    Grande Abraço !

    ResponderExcluir
  10. Nossa adorei o blog, assunto apresentado é de extrema importâcia e ficou muito legal! Todos estão de PARABENS!

    ResponderExcluir
  11. Gostei do Blog, muita criatividade na hora de organizar o conteudo, trabalharam muito bem os textos, o Blog ficou com um clima leve e atraente. Parabens!

    ResponderExcluir
  12. O blog traz como tema o grande desafio para pessoas com necessidades especiais aprenderem matemática muito interessante no blog a opção pela utilização de diferentes estratégias para demonstar o quanto a matemática faz parte de nossa vida e também de pessoas com necessidades especiais que cada vez mais superam seus desafios. Parabéns criadores.

    ResponderExcluir
  13. interessante, universalizando a matemática...

    ResponderExcluir
  14. Muito interessante o tema abordado no blog parabéns! Conseguiram passar de maneira fácil compreensão.

    Thaissa Leonel. Quimica

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    É sempre bom saber que mias pessoas se interessam o tema Educação Matemática e Inclusão... Parabéns pela iniciativa... Vocês conseguiram construir um ambiente atrativo e interessante... Obrigado por adicionar o meu blog (Educação Matemática e Surdez). O "Sopa", também, já está adicionado na relação de links do meu blog.
    Abraço em tod@!
    Sales.

    ResponderExcluir
  16. Nossa adorei o blog, assunto apresentado é de extrema importâcia e ficou muito legal! Todos estão de PARABENS!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você adorou o blog! Esteja à vontade para continuar "degustando" esta Sopa de Números na Educação Inclusiva!!! :-)

      Abraços!!!!

      Excluir