Imagem

Imagem
(Crédito da foto: www.santoscity.com.br)

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Xô preconceito! Agora não tem desculpa: a Internet está aí!!!!

Por: Débora Rossini

"Ser um Deficiente" é o nome de um óóóóótimo blog que encontramos pela internet afora!!! :-D Escrito por Amauri Nolasco Sanches Júnior, esse blog traz bastantes esclarecimentos sobre deficiência, hipocrisia da sociedade, dicas de como lidar com um portador de necessidades especiais... e reflexões sobre tudo isso!!! Ficou curioso, leitor do "Sopa"? Lá vai o link! :-)
http://serumdeficiente.blogspot.com/


Você, que lê o Sopa regularmente - e que certamente também acompanha outros blogs que falam sobre Inclusão e Deficiência- já parou para pensar em uma coisa interessante? Olha só: normalmente, as pessoas com algum tipo de necessidade especial/deficiência (visual, auditiva, locomotora, paralisia cerebral, etc) encontram dificuldades para mostrar todo seu potencial e talento no dia-a-dia, devido ao preconceito dos ditos "normais" (normais?!?!?!) . E aí, muito talento dessa galera de PCDs (Pessoas com Deficiência) acaba por ficar reprimido... :-( No entanto, graças ao potencial da Internet, isso vem mudando.

Como assim?

Oras, olha o tantão de blogs e sites construídos por PCDs!!! Na nossa lista de Favoritos, que fica no canto direito desta página, tem um tantão! Olha só alguns exemplos legais: temos o Desculpe, Não Ouvi (da Lak Lobato, que é surda); Somos Todos Igualmente Diferentes, da Diéfani Piovezan (também surda); Assim Como Você (Jairo Marques, cadeirante); Menina Robô, da Kariny Takita (deficiente múltipla); Sigo Rodando (Ana Paula Cardoso, tetraplégica), Movimento Livre (escrito por uma galera cujos membros são todos deficientes visuais)... e muitos, muitos outros que você pode ver no tópico "Você também pode gostar destes sites e blogs", no canto direito desta página!!! (Claro que também tem blogs que abordam temática similar, mas cujos autores não são PCDs).


E, aí, o que você pôde ver? Que, graças a Internet, todos nós - sejamos PCDs ou não- temos atualmente uma facilidade imensa para produzir e postar conteúdo online. Olha as ferramentas virtuais aí: blogs, redes sociais, sites... e muitas outras! Assim sendo, a internet dá uma voz, e tanta, para os PCDs gritarem para toda a sociedade que "SIM, TEMOS TALENTO E COMPETÊNCIA PARA PARTICIPAR DAS RELAÇÕES SOCIAIS!!!!!!" Com um computador e um ponto de acesso a internet, as PCDs conseguem ter voz para gritar que existem, e que querem - E MERECEM!!!!- ser tratados com respeito como qualquer pessoa, tendo suas habilidades valorizadas e suas limitações respeitadas!!! Assim, através dos blogs que são escritos e mantidos por PCDs, a sociedade tem a oportunidade de ver a temática da deficiência, da inclusão (ou da falta desta?!... snif, snif!!!), da educação adaptada às necessidades especiais... expressa do ponto de vista dos próprios deficientes. E isso é muito importante: pois à medida que os ditos "normais" (??!?!?!) podem ver a expressão dos sentimentos, das necessidades, dos estados psicológicos, das ideias daqueles indivíduos que têm algum tipo de deficiência, redigida por estes próprios, as pessoas não-deficientes passarão a compreender melhor as PCDs - em vez de alimentarem aquela ideia estereotipada e errônea de que "o deficiente tem de ter sempre alguém que pense e expresse por ele".

Oras, quem é melhor para explicar a alguém como auxiliá-lo em suas diversas atividades, valorizando suas habilidades e respeitando suas limitações? OS PRÓPRIOS DEFICIENTES, claro!!!! :-D Isto por causa das experiências inerentes a este grupo de pessoas. Então, estas, em conjunto com os não-PCDs, poderão ser atuantes em uma rica troca de experiências que beneficiará a todos! Como dizem diversos estudiosos da Educação Inclusiva, não são os "ditos normais" que devem decidir o que é bom e o que é ruim para um deficiente visual, ou auditivo, ou motor, ou qualquer outro... são os próprios deficientes que, desde que tenham capacidades cognitivas preservadas, devem explicar para os não-deficientes o que eles querem e precisam. E aí, junto com os não-deficientes, construir ideias e aplicá-las, a fim de que o mundo seja mais acessível e inclusivo! ;-)

Há relatos de deficientes que usam a internet para expressar suas ideias, nos quais eles dizem que o bom do computador é o fato de sentirem-se mais à vontade na interaçaõ interpessoal. Eles costumam afirmar- seja de forma explícita ou velada- que, "atrás" do computador, os leitores de seus escritos não vão ficar reparando nas suas diferenças físicas, comparando-as com o corpo de alguém "normal". Ou seja, não vão ficar "grilados" com os olhos, digamos, deformados de cegos... ou do jeito de olhar diferente de um surdo (eles exploram visualmente, com mais intensidade, as expressões fisionômicas do interlocutor)... ou das diferenças anatômicas entre um cadeirante e uma pessoa clinicamente "normal". Assim, os ditos "normais", ao terem contato interpessoal com uma PCD através de um computador, ficam mais focados no que a pessoa com necessidade especial tem a dizer, em vez de focar na aparência dela e ficar deixando, por muitas vezes, a pessoa constrangida.

Já outros deficientes tiram de letra a questão das diferenças anatômicas, e afirmam que têm dificuldades de locomoção, de sair de casa para expressar suas ideias... e, por isso é que utilizam a internet para ter contato com as pessoas que estão "lá fora".

Bom, o ideal seria que as pessoas sem deficiência encarassem com naturalidade as diferenças anatômicas, não é mesmo? Afinal, todos nós, PCDs ou não, temos nossas particularidades físicas! Mas, enquanto isso não ocorre, podemos afirmar que, sem dúvida, esse canal de expressão online é o primeiro passo para que a sociedade reconheça o potencial das pessoas com necessidades especiais, e veja o que elas são capazes de fazer para serem pessoas pró-ativas no mundo em que vivem. Uma vez derrubada essa barreira aí, é hora de extrapolar o mundo virtual e experimentar também o mundo real - visto que este proporciona ricas experiências que o mundo cibernético não dá. E , então, utilizar, com sabedoria, o que o mundo real e o virtual , adequadamente dosados e combinados, proporcionam.

E você,leitor(a) do Sopa? O que acha? Comente!!!! :-)

3 comentários:

  1. Muito legal este blog, dou o maior apoio! :-)

    Monserrat.

    ResponderExcluir
  2. Monserrat, que bom que você gostou do nosso blog!!! :-) Continue visitando o blog e acompanhando as novidades! E, sempre que tiver alguma ideia interessante de tema a ser abordado, é só entrar em contato conosco (veja o tópico "Contate-nos!",no canto direito desta página.)
    Um abraço! :-D

    ResponderExcluir
  3. Leiam também:

    http://assimcomovoce.blogfolha.uol.com.br/2012/02/15/preso-na-rede/

    É bastante legal o fato de a galera com deficiência poder usar as ferramentas de internet para dar um aumento na sua qualidade de vida... mas é importante, também, que fiquem atentos quanto às armadilhas que a Internet, quando usada sem cautela, podem proporcionar! :-O

    ResponderExcluir